Esto é/es todo/tudo, Amigos!!! FELIZ NATAL/NADAL!!!

 Banner Maker

            http://www.tangle.com/flash/swf/flvplayer.swf

 

OS MEUS REGALOS PARA TODOS VÓS E… GRÁTIS:

"Igreja Católica está possuída por loucura homofóbica", diz a Associação de Defesa dos Direitos Homossexuais

 

 
A Associação de Defesa dos Direitos dos Homossexuais considerou, esta quarta-feira, que são lamentáveis as declarações do Papa Bento XVI e acusou a Igreja Católica de estar «possuída por uma espécie de loucura homofóbica».

«É lamentável que numa altura em que as pessoas se juntam, o Natal, um homem se reúna com os seus colaboradores e que tenha aquela ideia exclusiva na cabeça. Acho que há coisas muito mais importantes que afligem a humanidade do que aquilo que duas pessoas do mesmo género fazem ou não fazem na cama», defendeu o dirigente José Ribeiro, em declarações à agência Lusa.

Esta segunda-feira, na sua alocução à Cúria Romana, o Sumo Pontífice afirmou que o desprezo pela ordem da Criação, assente na união entre os dois sexos, configura «a destruição da própria obra de Deus», condenando a teoria do género, segundo a qual os papéis e a identidade de género não são atribuídos pela Natureza, mas pela socialização.

Para José Ribeiro, que também é membro de uma associação de homossexuais católicos, a Igreja Católica está «possuída por uma espécie de loucura homofóbica».

«Há pouco tempo, na ONU, a França apresentou, com mais 65 países, um processo de descriminalização e despenalização da homossexualidade e o Vaticano recusou-se a apoiar. É  amentável, mas é um problema da Igreja que tem de resolver. Ela está possuída por uma espécie de loucura homofóbica que não lhe dá nada, pelo contrário, só afasta as pessoas dela», concluiu.

 
Netbooks oficiales de Real Madrid y Barcelona

Netbooks oficiales de Real Madrid y Barcelona – Foto: Real Madrid CF, Ticnova

Real Madrid y Barcelona lanzan al mercado sendos Netbooks oficiales que amenizarán la horas de trabajo de los más fanáticos del fútbol. Toshiba y Real Madrid firmaron este mismo mes de diciembre un acuerdo de licencia mediante el cual se comercializará el portátil NB200 edición Real Madrid. Un portátil que sólo pesa 1,3 kilos y posee una pantalla de 10 pulgadas panorámica con retroiluminación LED. El escudo del club y el estadio Santiago Bernabéu están presentes en el diseño del netbook, situados en la carcasa exterior y en el interior respectivamente. El ordenador puede adquirirse a un precio de 499 euros.

El FCBarcelona no ha querido quedarse atrás y junto a la empresa catalana Ticnova lanza en exclusiva el "Netbook oficial Fútbol Club Barcelona". Utilizando la tecnología Intel Atom N270 nos presenta un ordenador de 250 GB de disco duro, equipado con una pantalla de 10,1 ". Su precio es de 349 euros.

Ambos ordenadores a parte de los programas propios de un netbook, es decir, procesador de textos, de cálculo, imagen etc proporcionan un conjunto de contenidos inéditos del club: videos, fotos, fondos de pantalla, iconos, todo lo necesario para poder presumir de equipo incluso en las horas más duras de trabajo.

 

www.tangle.com/view_video

 

(via lovegifs)

Alguns gifs merecem um reblog de vez em quando!

player galeria

 

Foto de Mac Babs
Este blog ha decidido terminar su andadura aquí, y a mí no me ha quedado más remedio que estar de acuerdo.

Quienes me siguen posiblemente se pregunten qué ha cambiado para que yo llegue a tomar esta decisión. En realidad, ha sido un cúmulo de factores.

 


La falta de tiempo es uno de ellos, aunque no el más importante, pues cuando se tiene la motivación, se saca el tiempo de donde haga falta.

Por todo esto creo que ha llegado el momento de tomarse un descanso y emprender nuevos proyectos.

Me lo he pasado fenomenal escribiendo estas entradas, y a todas las personas que se pasaron por estas páginas a leer o escribir sus comentarios, quiero darles las gracias por su tiempo y sus ideas.

 

En particular ha habido unas cuantas personas que de manera espontánea y desinteresada me manifestaron su admiración por algún artículo. Vuestros elogios llegaron en momentos clave y me animaron a seguir mucho tiempo. Además, viniendo de vosotros, cuyo criterio respeto mucho, el halago es doble. Así que gracias.


Hala, ¡a divertirse! Puede que algún día nos encontremos de casualidad [Escreve-me uma mensagem] en otra esquina de la red [conviteavalsa.spaces.live.com].

Un abrazo a todos.

 
 
 
 

Calendário de Feriados, Festividades e Jejuns messiânicos

O calendário israelita é baseado nos ciclos da lua, mas ajusta-se pelo calendário solar para a inclusão de um novo mês, além de determinar o início do ano no mês de Tishrei. Composto alternadamente por 12 ou 13 meses de período igual ao de uma lunação, de forma a que o primeiro dia de cada mês é sempre o primeiro dia de lua nova.

O grande problema com o calendário lunar é que se compararmos com o calendário gregoriano, teremos em um ano solar 12,4 meses lunares, o que ocorre uma diferença a cada ano de aproximadamente 11 dias. Para compensar esta diferença, ocasionalmente é acrescentado um mês inteiro (Adar Sheni).

O primeiro mês do calendário israelita e o mês de Nissan, quando temos a comemoração de Pessach. Entretanto, o ano novo israelita ocorre em Tishrei.

Calendário Israelita: Feriados, festividades e jejuns para os anos 5770 e 5771

Ano 5770 (2009/2010)
DATAS:

Erev Yom Kipur – 27 de setembro de 2009 – 09 Tishrei 5770
Yom Kipur – 28 de setembro de 2009 – 10 Tishrei 5770
Erev Sucot – 02 de outubro de 2009 – 14 Tishrei 5770
Sucot – 03 a 09 de outubro de 2009 – 15 a 21 Tishrei 5770
Shemini Atzeret – 10 de outubro de 2009 – 22 Tishrei 5770
Simchat Torah – 11 de outubro de 2009 – 23 Tishrei 5770
Chanukah – 12 a 19 de dezembro de 2009 – 25 Kislev a 02 Tevet 5770
Tzom Assarah B’Tevet – 27 de dezembro de 2009 – 10 Tevet 5770
Tu B’Shevat – 30 de janeiro de 2010 – 15 Shevat 5770
Taanit Ester – 25 de fevereiro de 2010 – 11 de Adar 5770
Purim – 28 de fevereiro de 2010 – 14 de Adar 5770
Erev Pessach – 29 de março de 2010 – 14 Nissan 5770
Pessach – 30 de março a 06 de abril de 2010 – 15 a 22 Nissan 5770
Yom HaShoá – 11 de abril de 2010 – 27 Nissan 5770
Yom Hazikaron – 18 de abril de 2010 – 04 Iyar 5770
Yom Haatzmaut – 19 de abril de 2010 – 05 Iyar 5770
Pessach Sheni – 28 de abril de 2010 – 14 Iyar 5770
Lag BaOmer – 02 de maio de 2010 – 18 Iyar 5770
Yom Yerushalayim – 12 de maio de 2010 – 28 Iyar 5770
Erev Shavuot – 18 de maio de 2010 – 05 Sivan 5770
Shavuot – 19 e 20 de maio de 2010 – 06 e 07 Sivan 5770
Shivá Assar B’Tamuz – 29 de juhho de 2010 – 17 Tamuz 5770
Erev Tisha B’Av – 19 de julho de 2010 – 08 Av 5770
Tisha B’Av – 20 de julho de 2010 – 09 Av 5770
Tu B’Av – 26 de julho de 2010 – 15 Av 5770
Erev Rosh Hashanah – 08 de setembro de 2010 – 29 de Elul 5770

player galeria

Ano 5771 (2010/2011)
Rosh Hashanah – 09 e 10 de setembro de 2010 – 01 e 02 Tishrei 5771
Tzom Guedalyá (Jejum de Guedalyá) – 12 de setembro de 2010 – 04 Tishrei 5771
Erev Yom Kipur – 17 de setembro de 2010 – 09 Tishrei 5771
Yom Kipur – 18 de setembro de 2010 – 10 Tishrei 5771
Erev Sucot – 22 de setembro de 2010 – 14 Tishrei 5771

player galeria
Sucot – 23 a 29 de setembro de 2010 – 15 a 21 Tishrei 5771
Shemini Atzeret – 30 de setembro de 2010 – 22 Tishrei 5771
Simchat Torah – 01 de outubro de 2010 – 23 Tishrei 5771
Chanukah – 02 a 09 de dezembro de 2010 – 25 Kislev a 02 Tevet 5771
Tzom Assarah B’Tevet – 17 de dezembro de 2010 – 10 Tevet 5771
Tu B’Shevat – 20 de janeiro de 2011 – 15 Shevat 5771
Taanit Ester – 17 de março de 2011 – 11 de Adar Sheni 5771
Purim – 20 de março de 2011 – 14 de Adar Sheni 5771
Erev Pessach – 18 de abril de 2011 – 14 Nissan 5771
Pessach – 19 a 26 de abril de 2011 – 15 a 22 Nissan 5771
Yom HaShoá – 02 de maio de 2011 – 28 Nissan 5771
Yom Hazikaron – 09 de maio de 2011 – 05 Iyar 5771
Yom Haatzmaut – 10 de maio de 2011 – 06 Iyar 5771
Pessach Sheni – 18 de maio de 2011 – 14 Iyar 5771
Lag BaOmer – 22 de maio de 2011 – 18 Iyar 5771
Yom Yerushalayim – 01 de junho de 2011 – 28 Iyar 5771
Erev Shavuot – 07 de junho de 2011 – 05 Sivan 5771
Shavuot – 08 e 09 de junho de 2011 – 06 e 07 Sivan 5771
Shivá Assar B’Tamuz – 19 de julho de 2011 – 17 Tamuz 5771
Erev Tisha B’Av – 08 de agosto de 2011 – 08 Av 5771
Tisha B’Av – 09 de agosto de 2011 – 09 Av 5771
Tu B’Av – 15 de agosto de 2011 – 15 Av 5771
Erev Rosh Hashanah – 28 de setembro de 2011 – 29 de Elul 5771

player galeria

Ano 5772 (FINAL DE 2011)
Rosh Hashanah – 29 e 30 de setembro de 2011 – 01 e 02 Tishrei 5772
Tzom Guedalyá (Jejum de Guedalyá) – 02 de outubro de 2011 – 04 Tishrei 5772
Erev Yom Kipur – 07 de outubro de 2011 – 09 Tishrei 5772
Yom Kipur – 08 de outubro de 2011 – 10 Tishrei 5772
Erev Sucot – 12 de outubro de 2011 – 14 Tishrei 5772
Sucot – 13 e 14 de outubro de 2011 – 15 e 16 Tishrei 5772
Shemini Atzeret – 20 de outubro de 2011 – 22 Tishrei 5772
Simchat Torah – 21 de outubro de 2011 – 23 Tishrei 5772
Chanukah – 21 a 28 de dezembro de 2011 – 25 Kislev a 02 Tevet 5772
Tzom Assarah B’Tevet – 05 de janeiro de 2012 – 10 Tevet 5772

Significado de cada feriado e jejum
– Rosh Hashanah – É o ano novo israelita, ou seja, o dia da criação do mundo.
– Tzom Guedalyá (Jejum de Guedalyá) – Jejum de doze horas após o Rosh Hashanah para lembrar o assassinato de Guedalyá, o ultimo rei de Israel na época do Primeiro Templo.
– Yom Kipur – O dia da expiação, ou seja, de arrependimento. Dia em que D’us perdoa as transgressões de todo povo de Israel.
– Sucot – Festa das Cabanas. Lembra os 40 anos de êxodo dos hebreus no deserto após saírem do Egito.
– Shemini Atzeret – Festa da conexão do Oitavo Dia da Assembléia. Depois de completar os sete dias de Sucot, o Oitavo dia significa que o israelita quer permanecer mais um dia na Sucá (na presença Divina).
– Simchat Torah – Festa de Regozijo da Torá. Neste dia encerra-se e reinicia a leitura anual da Torá, como lembrança da sua eternidade.
– Chanukah – A Festa das Luzes. Comemora o milagre do azeite que queimou por oito dias no candelabro do Templo de Jerusalém.
– Tzom Assarah B’Tevet – Jejum de 12 horas, para lembrar que o exército de Nabucodonosor cercou Jerusalém neste dia principiando o início da perda da soberania de Israel sobre suas terras, no Primeiro Templo.
– Tu B’Shevat – É o ano novo das árvores. Neste dia, come-se tradicionalmente frutas secas e planta-se mudas de árvores.
– Taanit Ester – A rainha Ester jejuou 3 dias para pedir a D’us que anulasse o decreto de Haman, que queria matar todos os hebreus, por isto deve-se jejuar 12 horas antes de Purim.
– Purim – Comemora-se a salvação dos israelitas persas do plano de Haman, para exterminá-los.
– Pessach – É a celebração que recorda a libertação do povo de Israel da escravidão do Egito.
– Yom HaShoá – Dia da Memória ao Heroísmo e ao Holocausto.
– Yom Hazikaron – Dia de Recordação aos caídos nas batalhas para o estabelecimento do Estado de Israel em sua terra, na Guerra da Independência e nas que a seguiram.
– Yom Haatzmaut – Dia da proclamação da independência do Estado de Israel.
– Pessach Sheni – É uma nova oportunidade àquele que não ofereceu o sacrifício de Pessach no tempo certo, para fazê-lo nesta data. O Pessach do segundo mês.
– Lag BaOmer – Lag Baômer celebra a vida e os ensinamentos de dois dos mais notáveis Sábios na história israelita, Rabi Akiva e Rabi Shimon bar Yochai.
– Yom Yerushalayim – Comemoração da libertação e reunificação de Jerusalém.
– Shavuot – Dia da Entrega da Torá e das Primícias no Templo. A palavra significa "semanas", assinalando a compleição das sete semanas entre Pessach e Shavuot (o período do ômer), durante o qual o povo hebreu preparou-se para a Outorga da Torá.
– Shivá Assar B’Tamuz – Uma data que ao longo dos séculos ocorreram muitas tragédias para o povo hebreu: Moisés quebrou as Tábuas da Lei, os romanos romperam as muralhas de Jerusalém na era do segundo Templo, os gregos queimaram um Livro de Torá e colocaram um ídolo no Templo Sagrado.
– Tisha B’Av (9 de Av) – O pior dia do calendário israelita: D’us decretou que os hebreus não entrariam em Israel e morreriam durante os 40 anos no deserto; os dois Templos foram destruídos com diferença de centenas de anos entre um e outro; os israelitas foram expulsos da Espanha em 1492; a 1ª Guerra Mundial iniciou-se nessa data.
– Tu B’Av – Período de consolo, em que D’us volta-se a nós, após termos retornado a Ele. Também dedicada a(o)s jovens israelitas em busca de seus pares.

XMAS

1) O NATAL NA VISÃO CRISTÃ DOGMÁTICA; 2) O NATAL NA VISÃO CRISTÃ ESOTÉRICA e 3) O NATAL NA VISÃO ESPÍRITA.

 

1) O NATAL NA VISÃO CRISTÃ DOGMÁTICA

 

Para os cristãos dogmáticos, ou seja, para os cristãos que acreditam que Jesus é um personagem literalmente divino e humano (VERDADEIRO DEUS E VERDADEIRO HOMEM), o único Filho de Deus, o único Deus encarnado e o único Salvador da humanidade, que veio ao mundo para salvar/redimir a humanidade pecadora mediante o seu sangue derramado na cruz, o verdadeiro significado do Natal é celebrar e comemorar o nascimento do Menino-Deus, na pessoa física de Jesus, comemoração esta que inclui não somente os actos litúrgicos, mas também a troca de presentes, a ceia natalina (repleta de pratos especiais), os presépios, as vitrines enfeitadas, a iluminação especial em igrejas, residências, ruas ou até mesmo em árvores etc.

Segundo esta mesma fé cristã, as narrativas bíblicas sobre o nascimento de Jesus, escritas pelos evangelistas Mateus e Lucas, devem ser interpretadas como histórias verdadeiras, e não como lendas ou mitos. Assim, conforme esta crença, Jesus nasceu numa manjedoura, em Belém de Judá/Nazaré, foi visitado por três ou mais reis magos (astrólogos), escapou da morte decretada pelo rei Herodes, foi para o Egipto e depois foi para/regressou a Nazaré, onde viveu por cerca de trinta e três anos.

 

2) O NATAL NA VISÃO CRISTÃ ESOTÉRICA

 

Para os chamados cristãos esotéricos, porém, Jesus não é um personagem histórico, que nasceu numa manjedoura, em Belém de Judá/Nazaré. Ele é a divindade dentro de nós, o chamado “Cristo cósmico”. Nesta visão esotérica, o verdadeiro Natal significa, portanto, o nascimento do Cristo cósmico em nós, ou seja, a encarnação do divino na carne humana, o nascimento de Deus em cada um de nós. Em outros termos, para os cristãos esotéricos, nas palavras do escritor Tom Harpur,

 

a história [do Natal] não é o relato literal que parece ser na superfície; ela trata do nascimento, no coração de cada ser humano, do Cristo. É um relato supremo do mito central de todas as religiões – a encarnação do divino na carne humana. (HARPUR, Tom. O Cristo dos Pagãos: a Sabedoria Antiga e o Significado Espiritual da Bíblia e da História de Jesus. São Paulo: Editora Pensamento, 2008, p. 151)

 

Esse mesmo autor nos esclarece que as narrativas evangélicas de Mateus e Lucas sobre o nascimento de Jesus não são histórias, mas lendas, mitos:

 

Quando nos recordamos de que as narrativas sobre o nascimento em Mateus e Lucas não são históricas, constituídas como são de lendas piedosas e invenções no estilo Midrash (interpretações não literais dos textos bíblicos, cujo significado altamente simbólico e espiritual deve, no entanto, ser salientado) e que as parábolas derivam de antigas “fontes de aforismos”, torna-se ainda mais evidente que o material com que estamos lidando nos Evangelhos são edições literárias de temas alegóricos e míticos que tinham sua própria história mas continham pouca história em si mesmos. Todas as lendas sobre o nascimento de virgem, uma estrela no Oriente, três sábios levando presentes, a tentativa pelo poder maligno de tirar a vida de uma criança especial e os mensageiros angelicais foram, conforme já vimos, interpretados muito tempo antes nos mitos do Egito e outros lugares vezes demais para ser mencionados. […] Os exegetas críticos atuais, estou convencido, ainda estão presos à armadilha literalista, histórica, mesmo quando tentam desenredar a história de Jesus do conjunto da embalagem mítica. São os racionalizadores dos mitos… (HARPUR, p. 150-151).

 

3) O NATAL NA VISÃO ESPÍRITA

 

Na visão espírita, Jesus não é uma figura mítica, mas um personagem histórico, real, um profeta (um sábio), que nunca atribuiu a si mesmo os títulos míticos e exclusivistas de único Deus encarnado ou de único salvador da humanidade, mas que veio ensinar ao homem uma forma de vida capaz de o libertar do mal e conquistar o Reino de Deus, mediante a vivência de um código de leis morais universais, resumidas na prática do amor-caridade.

Mais explicitamente, Jesus, na visão espírita, não é uma pessoa totalmente divina, mas inteiramente humana. Ele não é literalmente Deus encarnado, nem nasceu de um parto virginal, mas nasceu de um parto normal como qualquer um de nós. Ele também não morreu na cruz para nos redimir de nossos pecados nem ressuscitou dentre os mortos, nem retornará fisicamente para julgar a humanidade, enviando os bons para o céu e os maus para o inferno eterno.

Na visão espírita, Jesus é um espírito evoluído que veio a este mundo com a missão sublime de nos ensinar um código de moral (ou de ética) universal, resumido na lei do amor-caridade, a única forma de espiritualidade capaz de nos “salvar”, ou melhor, de nos fazer evoluir espiritualmente, pois, FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO, como prega o Espiritismo.

Para os espíritas, por conseguinte, o verdadeiro significado do Natal não é simplesmente celebrar e comemorar o nascimento de Jesus, mas sobretudo refletir sobre a nossa vivência ou não do código de moral universal que ele nos ensinou a praticar: o desapego, a humildade, a pureza, a mansidão, o perdão, a caridade, a justiça, a paz, a fraternidade, o amor aos inimigos, a oração pelo próximo etc., código esse que deve ser vivido por nós todos os dias, e não somente por ocasião da festa natalina. Como bem canta o Pe. Zezinho (na sua música ESTOU PENSANDO EM DEUS),

 

“Tudo seria bem melhor se o Natal não fosse um dia

E se as mães fossem Maria e se os pais fossem José,

E se a gente parecesse com Jesus de Nazaré”.

 

UM FELIZ NATAL PARA TODOS!

SHALOM PARA TODOS OS INTERNAUTAS DE BOA VONTADE!

Anúncios

About EL HINCHA Mag Cal Cauvin Calvinista Inclusivo

Protestante por consciência calvinista e zuingliana, um teísta remanescente (cristão integrado na Oholyáo de YÁOHU UL) antinominiano ecuménico e inclusivo (agostiniano, espiritualidade carmelita dos descalços, espiritualidade montfortina, espiritualidade dos presbiteranos liberais da PCUSA: http://www.pcusa.org/, cristianismo redivivo; atento às notícias da ciência hodierna, sempre numa perspectiva inclusiva de todos os Yaoshorulitas e demais seres relacionais) por a absoluta graça do Soberano YÁOHU UL da História e da legenda. Protestante reformado (Baptista particular), cheunguiano (Vincent Cheung, vide: http://robertovargas-make.blogspot.com/2010/08/da-interpretacao-de-textos.html), pós-milenista bíblico, preterista parcial, reconstrucionista(herancareformada.blogspot.com/ 2010/02/o-teonomismo-implicacoes-teologicas.html), teonomista (dominionista), pressuposicionalista, supralapsariano (http://www.monergismo.com/textos/predestinacao/infra_supra_phil.htm), tudo em desenvolvimento; reformar sempre a reformar. Sempre a reformar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s